Harmonizando carne e vinho: dicas de como combinar

Harmonizando carne e vinho: dicas de como combinar

Somos um dos países que mais come carne no mundo. Se isso é bom ou ruim, vai depender da avaliação de cada um (veja nosso outro texto sobre vinho e comida vegana). No entanto, o fato é que na hora de servir bate aquela dúvida: que vinho combina com essa comida? Ou então, ao contrário. Você está com o vinho na mão e quer saber se vai ficar bom harmonizando carne com o rótulo escolhido.

Pensando nessa e em várias outras dúvidas, preparamos um guia com as dicas fundamentais de harmonização. Assim, pretendemos lhe ajudar a acertar no vinho para acompanhar a carne escolhida e vice e versa.

IMPORTANTE: esse é um guia que serve como sugestão. Ele deve ser encarado como uma ideia a ser seguida, sem obrigação. Afinal, a melhor harmonização é aquela que deixa seu paladar mais satisfeito!

Vamos às dicas:

 

Harmonizando carne vermelha.
 

Acima falamos que carnes vermelhas combinam com vinho tinto. Isso é uma verdade. A harmonia entre esse dois produtos é intensa. Porém, assim como temos diferentes tipos de vinho, temos diferentes cortes de carne vermelha.

Na verdade não é somente o corte que influencia na hora da harmonização, a forma de preparo também vai indicar qual é o melhor rótulo para cada caso.

Siga lendo e confira 👇.

Picanha assada e churrasco, por exemplo, vai bem com vinhos Cabernet Sauvignon, Tannat,  Malbec e Syrah. Preparos mais leves, como carpaccio, almôndegas, carne de panela ou steak vão bem com vinhos menos encorpado, com boa acidez e taninos mais baixos, entre eles o Pinot Noir, Merlot e o Carmenère.

Já a carne de porco é as mais versátil, sendo que os cortes mais gordurosos como o pernil e a costela combinam super bem com um Tempranillo. Já um lombinho e um picanha suína harmonizam perfeitamente com o vinhos brancos como o Chardonnay e Viogner.

 

Harmonizando carne branca: peixes e aves.
 

Os frutos do mar ao contrário das carnes vermelhas são mais leves, assim como a carne de aves, o que cai muito bem com vinhos brancos, espumantes e vinhos rosés.

Confere o que fica melhor com o que:

Moquecas, vão muito bem com Sauvignon Blanc e Riesling. Já os pratos como receitas que levam leite de coco e dendê ficam perfeitas com espumantes e vinhos rosés.

Quando falamos de aves, estamos falando daquelas domesticadas, ou seja, utilizadas na alimentação como o frango e o pato, por exemplo. Nesse caso o que vai influenciar o tipo de vinho são os temperos que acompanham a receita.

No caso do prato usar ervas em sua composição, de novo quem combina são os vinhos brancos Sauvignon Blanc, Riesling, que juntos com o Chardonnay trazem um excelente frescor, fazendo com que todos os aromas e sabores se evidenciem. Já o clássico frango assado harmoniza lindamente com tinto Sangiovese.

 

Harmonizando carne de caça

 

As carnes de caça possuem um sabor intenso por natureza, então precisam de vinhos mais encorpados para acompanhá-las. O Cabernet Sauvignon é um bom acompanhamento, por exemplo, com as carnes de cordeiro e javali, assim como o Syrah, já que as carnes de caça são mais magras e leves.

Outra importante dica é escolher vinhos já maduros, de safras mais antigas. Os vinhos das regiões da Borgonha, na França, e Rioja, na Espanha, são exemplos de regiões tradicionais e com excelentes vinhos para acompanhar um bom prato com carne de caça.

 

Harmonizar é realmente uma arte, a qual se aprimora com a prática. Então nossa dica final é: experimente diferentes combinações para eleger aquela que mais lhe agrada!

Para mais dicas de harmonização é só falar com a nossa sommelier, ela adora ajudar as pessoas a escolher o melhor vinho, clique aqui para saber mais.

 

Siga a Vinhos Web no Facebook e Instagram.

Voltar